• #1 NetSpot
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários

Use o Mapa de Calor da WiFi para Melhorar a Sua Rede

Não há necessidade de adivinhar onde você pode melhorar a cobertura da Wi-Fi, pois com a ferramenta NetSpot WiFi HeatMapper você verá exatamente onde é preciso melhorar.
escolha preferida
  • NetSpot
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários

A análise visual torna as coisas muito mais fáceis! A cobertura de seu sinal WiFi é exibida em ondas de calor onde você pode ver exatamente quais locais são mais quentes, frios ou bons o suficiente.

Mapeie a cobertura WiFi

Digamos que você instalou uma rede wireless pequena em casa ou em seu escritório, mas não tem certeza se os pontos de acesso estão provendo o melhor desempenho e cobrindo a área corretamente. Para ver se é preciso melhorar a sua cobertura, você pode passar pelo difícil caminho de fazer leituras intermináveis do medidor de intensidade da WiFi, contudo, não é preciso fazer isso visto que há uma maneira mais fácil de acessar e analisar estes dados.

Um mapa de calor WiFi não é apenas uma coleção de leituras de intensidade de sinal, mas também, um mapa de calor detalhado exibido em cores que imediatamente permitem você ver os pontos com sinal Wifi mais forte e mais fraco.

Mapa de calor WiFi

Fica fácil descobrir o que está interferindo na qualidade da sua rede wifi quando você vê em um mapa quais são os pontos de baixa intensidade do sinal em seu ambiente. As fontes mais comuns causadoras de interferência em uma rede WiFi são obstáculos físicos (paredes e móveis), aparelhos elétricos e outras redes WiFi.

Graças às modernas ferramentas de heatmap wifi (mapas de calor), qualquer pessoa pode criar um mapa detalhado do local de implantação da rede wifi sem qualquer conhecimento especial ou equipamento caro.

O NetSpot é uma ferramenta de Heatmap abrangente que exibirá perfeitamente um mapa de calor da Wifi. Mas antes de explicarmos como você usa um mapa de calor wifi, vamos dar uma olhada nas melhores práticas para criá-lo.

Práticas recomendadas para criar um mapa de calor WiFi

Um gerador de mapa de calor como o NetSpot torna possível qualquer pessoa criar um heatmap wifi com precisão que mostrará onde a rede tem sinal forte e onde a cobertura do sinal está fraca. Para obter os melhores resultados, recomendamos que você utilize as seguintes práticas para criar mapas de calor de uma rede sem fio:

  • Medindo as duas faixas: A maioria dos roteadores WiFi modernos é capaz de transmitir simultaneamente em faixas de 2.4 GHz e 5 GHz. Em determinadas áreas, pode ser difícil atingir uma cobertura satisfatória com a faixa de 2.4 Ghz. Isso acontece porque essa faixa é bastante utilizada por outros aparelhos, o que causa interferência do sinal. É por isso que é uma boa ideia fazer a medição das duas faixas no local, assim, é possível entender qual faixa deve ser usada em determinado lugar, antes de efetuar quaisquer alterações à rede.
Canais da rede WiFi
  • Utilize uma planta baixa precisa do lugar: Sempre use uma planta baixa que seja a mais exata possível para criar os mapas de calor da rede wifi. Você não vai querer perder tempo andando de um cômodo ao outro, escaneando e coletando dados da intensidade do sinal WiFi para terminar com um heatmap que não reflete a realidade.
Planta baixa do NetSpot
  • Saiba quando medir: Suas medições devem refletir as condições de vida real o mais próximo possível. Se quiser, por exemplo, cobrir um escritório grande com um sinal forte de wifi, não faz sentido fazer suas medições após o horário de trabalho, quando todos estão em casa e há muito menos interferência de radiofrequência. Em vez disso, meça durante o expediente para que você possa ver como será a pior situação.
  • Marque a posição dos pontos de acesso: Pode parecer trivial, mas muitas pessoas se esquecem de marcar no mapa de calor o local exato onde estão os pontos de acesso. Depois, elas enfrentam dificuldade para interpretar os resultados. Isso é especialmente importante ao medir a cobertura de uma rede mesh (em malha) que pode ser constituída de dezenas de pontos (nós) de acesso que conversam entre si.
  • Crie vários mapas de calor da WiFi: Com uma ferramenta de heatmap wifi, como o NetSpot, você pode criar mapas detalhados da área de cobertura da rede sem fio em poucos minutos, portanto, não deixe de criar vários mapas do mesmo local para que você tenha a maior quantidade de informações possível para tomar suas decisões. Pelo menos, crie um mapa de calor wifi sempre antes e depois de instalar um novo ponto de acesso ou mudar alguma configuração/posição do roteador.

Deixe o NetSpot construir uma mapa de calor WiFi para você

Para começar a criar mapas de calor WiFi como NetSpot, você precisará:

  • Um MacBook;
  • NetSpot Home, PRO ou Enterprise;
  • Uma planta baixa do seu escritório/casa (opcional).

Passo 1: Iniciar novo levantamento

Abra o NetSpot, alterne para o modo Survey e clique em "Start a new survey". Dê um nome para o seu projeto e escolha o tipo de área. Com essa configuração você poderá regular o raio de precisão de cada medida. Selecione o ajuste correto para a sua área para limitar o número de amostras que você precisa tomar e aumentar a precisão dos resultados.

Comece a criação do mapa de calor WiFi

Passo 2: Carregue ou crie a planta baixa do local

Se você tem uma planta do seu ambiente (algo recomendado, mesmo que não seja necessário), clique no botão “Load from file”. Se não houver nenhuma planta, tente esboça-la com o NetSpot — use o botão "Draw it" ou inicie a partir de um "Sample map".

NetSpot draw

Passo 3: Inicie o processo de mapeamento do local

Quando estiver pronto para iniciar o processo de criação do mapa de calor, leve o seu laptop para qualquer lugar da planta vazia e marque a localização aproximada (um pequeno ponto aparecerá). Comece de um canto e mova-se em ziguezague através do espaço medido.

Após caminhar alguns metros, marque a sua nova localização no mapa. Repita seus passos em todo o ambiente para cobrir a área. Os círculos verdes podem se sobrepor um pouco nas bordas. Caso a sobreposição for muito grande ou os círculos não ficarem sobrepostos, clique em Undo e repita as medições com um posicionamento melhor.

O NetSpot HeatMapper irá mostrar um rasto semelhante a este:

NetSpot HeatMapper mostrará um rasto

Passo 4: Analise os resultados

Sempre que você precisar parar o processo de mapeamento, clique no botão "Stop scan". Você será capaz de iniciar de onde parou mais tarde. Seu mapa de calor ficará semelhante a este quando estiver pronto:

Mapa de calor de sua casa/escritório
O NetSpot Home oferece três modos de visualizações principais e o NetSpot PRO e Enterprise possuem 16 visualizações

Confira as dicas e truques sobre como realizar um levantamento para conseguir resultados mais precisos. Quando você estiver pronto com o mapeamento, você pode clicar em qualquer Ponto de Acesso no mapa para mostrar o mapa de calor do sinal daquele Ponto de Acesso. Vermelho significa que o sinal está forte, enquanto o azul indica que o sinal está fraco.

O painel do lado esquerdo vai exibir todos os Pontos de Acesso que o seu laptop pode detectar. Mesmo se existirem PAs da rede vizinha, isso não chegará a afetar sua análise, pois você pode desligá-los sempre que necessário.

Passo 5: Salve o mapa de calor

Antes de salvar o mapa de calor da WiFi, dê uma olhada em todas as visualizações disponíveis para analisar os parâmetros da sua rede Wi-Fi. O NetSpot Home oferece três modos de visualizações principais e o NetSpot PRO e Enterprise possuem 16 visualizações ideais para usuários com conhecimento profundo de redes WiFi.

Para salvar seu mapa de calor WiFi, selecione Pesquisar e depois Salvar na barra de menu superior. Lembre-se de que a versão gratuita do NetSpot não permite a realização de levantamentos de áreas de WiFi. Para desbloquear todos os recursos do modo Pesquisa, você precisará comprar o NetSpot PRO ou Enterprise.

Procurando por um app para usar em seu celular? Aprenda a fazer mapas de calor WiFi no Android com o NetSpot.

Visualizações

O NetSpot oferece diversas formas de visualização para ajudar você a investigar o sinal da rede WiFi. Você pode comparar de forma fácil e eficiente diversos parâmetros graças à usabilidade de recursos visuais. Algumas visualizações estão disponíveis apenas no macOS, portanto, não se esqueça de consultar o Manual do Usuário para obter mais informações.
Verificação passiva
Relação sinal-ruído no MacOS.
Essa visualização mostra a relação do nível de sinal WiFi com o nível de ruído de fundo. O nível de ruído é a quantidade de interferência externa em cada ponto de medição.
Nível de sinal
Mostra a intensidade do sinal da WiFi. Esse valor é eficiente quando usado juntamente com outros valores, como ruído ou interferência.
Relação sinal-interferência
Como o sinal WiFi se correlaciona com os sinais de outros transmissores de rádio que ocupam os mesmos canais ou canais vizinhos.
Número de pontos de acesso
Mostra os pontos de acesso da rede detectados a partir de cada ponto de medição.
Nível de ruído macOS
Use essa visualização para ver o nível de interferência externa em cada ponto de medição.
Cobertura da frequência de banda
Bom para a análise visual da cobertura de diferentes frequências.
Cobertura do modo PHY
Veja a cobertura por protocolos/modos Wi-Fi e quem está utilizando os modos 802.11a/b/g/n/ac/ax.
Verificação ativa
Velocidade de upload
Esta visualização demonstra a taxa de transferência de dados do computador para a Internet.
Velocidade de download
Esta visualização demonstra a taxa de transferência de dados da Internet para o computador.
Taxa de transmissão Wireless
Demonstra a taxa na qual os dados são transferidos de um PA para um dispositivo sem fio.
Visualizações de upload, download e jitter do Iperf3 macOS
Ajuda a analisar o desempenho da rede com o Iperf3 ou com servidores de teste de velocidade personalizados para fluxos de dados UDP e TCP.
Solução de Problemas
Problemas com o SNR macOS
A visualização Problemas com o SNR ajuda você a descobrir uma solução para o baixo nível de SNR que pode estar afetando a conectividade da rede.
Alto nível de ruído macOS
Quando os níveis de ruído são altos, eles podem interferir muito na intensidade do sinal da rede e bloquear potencialmente a conectividade, criando "zonas mortas".
Nível de sinal baixo
Essa visualização mostra claramente quando o sinal não está atingindo todas as áreas do espaço pesquisado. Isso ajuda você a encontrar uma solução para a conexão deficiente em determinados pontos de acesso.
Canais sobrepostos (SIR)
Permite verificar se algum ponto de acesso vizinho utiliza os mesmos canais de sua rede causando interferência.
Baixas taxas de download e upload
Mostra as áreas com baixa velocidade de download e upload e ajuda a encontrar a solução para uma possível conexão lenta e qualidade insatisfatória de transmissão de conteúdo.

Implementar o conhecimento do Mapa de Calor WiFi

Estudar o mapa de calor completamente ajudará você a ver as fraquezas da cobertura WiFi

Agora que você tem um mapa de calor WiFi de sua casa ou escritório, você pode tirar proveito disso. Estudar o mapa de calor completamente ajudará você a ver as fraquezas da cobertura WiFi e dará uma ideia de onde começar a corrigir o problema. Portanto, o que você poderá fazer:

Mover o Ponto de Acesso: A primeira coisa a tentar, e a mais fácil, é mover o ponto de acesso pelo ambiente. Por exemplo, quando o sinal está fraco de um dos lados do PA, analise a estrutura do edifício daquele lado. Existe uma parede de concreto ou um armário de metal grande ou geladeira que está bloqueando o sinal do ponto de acesso? Algo assim pode ser corrigido simplesmente movendo o ponto de acesso para outro lugar. Também, mova o PA para mais alto do chão e posicione as antenas na vertical (em caso de antenas móveis) para tentar melhorar a situação.

Mudar de canal: Se o mapa de calor WiFi está mostrando uma cobertura boa do sinal e você está com uma velocidade de transmissão e conectividade problemática, use o NetSpot para verificar as informações de seu Ponto de Acesso e dos pontos de acesso que estão vazando para o espaço medido. Se você descobrir que seu PA usa o canal 6, assim como algumas outras PAs que estão vazando o sinal para dentro de seu ambiente, tente mudar para um canal menos ocupado. Saiba mais sobre como escolher o melhor canal WiFi.

Adicionar pontos de acesso: Se o seu ambiente está cabeado para Ethernet, então você pode adicionar outro ponto de acesso a qualquer ponto de terminação de cabo para fortalecer o sinal.

Adicionar um Repetidor: A maioria dos roteadores WiFi e PAs podem ser configurados como repetidores WiFi. Repetir um sinal Wi-Fi pode aumentar eficientemente o alcance de uma rede sem fio existente.

Em breve!
Planejamento & Predição
O NetSpot 3 está equipado com um novo recurso muito desejado — o planejamento de rede Wi-Fi! Nenhum outro equipamento será necessário, exceto o seu computador ou laptop onde o NetSpot 3 será instalado, para estimar o número de pontos de acesso necessários para a cobertura ideal e uniforme da rede Wi-Fi. Cadastre.se para ser notificado sobre o lançamento ou leia mais sobre o NetSpot 3.
Avise-me quando o NetSpot 3 estiver disponível:
Error message
Planejamento & Predição
PORTANTO, NÓS RECOMENDAMOS
NetSpot
Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi roda em MacBook (macOS 10.10+) ou em qualquer laptop (Windows 7/8/10/11) que tenha um adaptador de rede sem fio padrão 802.11a/b/g/n/ac/ax.
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários
  • #1
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi

  • 500K
  • Usuários
  • 8
  • Anos
  • Plataforma Cruzada
  • Mac/Windows

FAQ

O que é um mapa de calor WiFi?

Um heatmap wifi (em português, mapa de calor) é a maneira ideal de avaliar visualmente a cobertura do sinal de uma rede sem fio. Através das cores, ele indica os locais onde o sinal da rede wifi é mais fraco e mais forte.

O NetSpot cria belos e detalhados mapas de calor que ajudam você a analisar e aprimorar a sua rede WiFi.

Como criar um mapa de calor wifi?

Aqui está tudo o que você precisa para criar um heatmap e verificar o sinal da sua rede wireless:

  • Um MacBook ou Windows;
  • O NetSpot Home, PRO ou Enterprise;
  • Uma planta baixa de sua casa/escritório (opcional).

Primeiro, instale e abra o NetSpot. Altere para o Modo Pesquisa e escolha a opção "Iniciar novo levantamento". Dê um nome ao projeto e defina o tipo. Escolher o tipo certo da área ajuda a limitar o número de amostras que você precisa coletar e aumentar a precisão dos resultados.

Se você tem a planta baixa do local, use a opção "Carregar do arquivo". Como alternativa, você pode desenhar a planta diretamente no NetSpot — use o botão "Desenhar" ou comece com a “planta baixa de exemplo".

Determine o melhor ponto de partida, por exemplo, um canto, marque ele na planta e comece a coletar os dados enquanto se move em ziguezague pelo local. Lembre-se de marcar cada novo ponto na planta e prossiga até que você tenha coberto toda a área. Não se preocupe se precisar pausar o processo, o NetSpot permite que você faça isso.

Quando o mapa de calor estiver pronto, será muito fácil de ler e entendê-lo — o vermelho indica o sinal mais forte e o azul o mais fraco.

Qual é a utilidade de um mapa de calor WiFi?

Os heatmaps WiFi são ferramentas visuais que ajudam você a entender melhor a qualidade da cobertura da rede sem fio e a obter ideias sobre como melhorá-la. Algumas coisas que você pode fazer ao identificar pontos mais fracos da cobertura WiFi são:

  • mudar de lugar um dos pontos de acesso;
  • mudar o canal atual da rede wireless (um aplicativo como o NetSpot ajuda a escolher o canal mais adequado);
  • adicionar novos pontos de acesso;
  • instalar um repetidor WiFi ou um extensor.
Tem mais perguntas?
Envie uma solicitação ou escreva algumas palavras.

Leia o próximo em Tudo sobre Wi-Fi

Se você quer ir mais fundo no mundo WiFi, confira os seguintes artigos sobre segurança WiFi, melhores aplicativos para redes sem fio, WiFi de bordo, etc.
Adquira o NetSpot de Graça
Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi roda em MacBook (macOS 10.10+) ou em qualquer laptop (Windows 7/8/10/11) que tenha um adaptador de rede sem fio padrão 802.11a/b/g/n/ac/ax.