• #1 NetSpot
  • Analisador de espectro WiFi
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários

O que é um analisador de espectro WiFi e por que devo usar um?

Você pode não saber, mas a sua rede Wi-Fi doméstica está constantemente competindo por um espaço limitado no espectro Wi-Fi e está sujeita a muitos tipos diferentes de interferência que afetam negativamente o desempenho.
escolha preferida
  • NetSpot
  • Analisador de espectro WiFi
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários
Se você deseja que o seu WiFi funcione na capacidade máxima, você precisa aprender como realizar uma análise de espectro WiFi usando um programa especializado em análise de espectro WiFi, como o NetSpot.

O que é análise de espectro WiFi?

A análise de espectro WiFi é o processo de medir o sinal WiFi em uma determinada área e determinar a sua força. Uma análise de espectro Wi-Fi é normalmente realizada para buscar interferências que impactam negativamente o desempenho da rede sem fio a fim de eliminá-las

As redes WiFi são transmitidas nas frequências de 2,4 ou 5 GHz. Cada uma dessas duas bandas de frequência é dividida em vários canais, que fornecem um grau de separação individual das redes.

Idealmente, duas redes WiFi funcionando no mesmo canal devem ser evitadas, contudo, isso raramente é possível na prática. Devido ao aumento acentuado de dispositivos móveis e IoT (Internet das Coisas), o espectro de frequências WiFi nunca esteve tão cheio.

Mas não são apenas as redes Wi-Fi que causam interferência e corrompem outros sinais Wi-Fi. Dispositivos eletrônicos populares também podem criar interferências e ruídos. Como, por exemplo, fornos de micro-ondas, dispositivos Bluetooth, alarmes de carros, câmeras de vídeo sem fio de vigilância CCTV e telefones sem fio.

Sem os analisadores de espectro WiFi, localizar a fonte exata de interferência seria muito difícil. Felizmente, existem muitas soluções excelentes de programas analisadores de espectro WiFi disponíveis hoje, e muitas delas, incluindo o NetSpot, são tão fáceis de usar que mesmo usuários domésticos sem nenhum treinamento em TI podem usá-las para otimizarem as suas redes domésticas e dar adeus a lentidão da conexão.

Quando devo fazer uma análise espectral?

Uma análise espectral de WiFi deve ser realizada várias vezes durante o ciclo de vida de uma rede WiFi. Primeiro, é necessário analisar a área de implantação para determinar se há algum tipo de interferência existente. Na maioria dos casos, haverá outras redes Wi-Fi e, às vezes, até dispositivos Bluetooth ou grandes eletrodomésticos.

Depois de escolher a banda e o canal de frequência WiFi mais otimizado, a rede deve ser implantada, uma análise de espectro deverá resolver todos os problemas de desempenho e encontrar novas fontes de interferência.

Embora esse processo possa parecer complicado e demorado no papel, os analisadores de espectro de rede sem fio modernos, como o NetSpot, o tornam completamente indolor e extremamente rápido. Na próxima seção deste artigo explicaremos como selecionar um analisador de espectro WiFi e apresentaremos o NetSpot — o melhor analisador de espectro wireless para macOS e Windows.

Qual Analisador de Espectro WiFi devo usar?

Um bom analisador de espectro WiFi deve atender a certos critérios. Ele deve captar todos os sinais nas frequências de 2,4 GHz e 5 GHz e identificar todas as redes 802.11.

A tecnologia 802.11 é um conjunto de especificações de controle de acesso à mídia (MAC) e camada física (PHY) para implementar redes sem fio. Existem vários protocolos 802.11 diferentes usados atualmente pelos roteadores e dispositivos sem fio modernos. Os três seguintes são de longe os mais comuns:

  • 802.11g: possui uma taxa de transferência de 54 Mbit/s usando a banda de 2,4 GHz. O hardware 802.11g é totalmente compatível com a especificação 802.11 anterior, o padrão 802.11b. O 802.11g sofre da mesma interferência que o 802.11b na já lotada faixa de 2,4 GHz.

  • 802.11n: possui uma taxa de transferência de 600 Mbit/s e usa a banda de frequência de 2,4 ou 5 GHz. O 802.11n usa um padrão de rede sem fio que usa várias antenas para aumentar as taxas de dados, MIMO (entradas múltiplas e saídas múltiplas). O 802.11n dobra a largura do canal, de 20 MHz para 40 MHz, o que resulta em um pouco mais do que o dobro da taxa de dados da banda congestionada de 2,4 GHz.

  • 802.11ac: desenvolvido de 2008 a 2013 e publicado em dezembro de 2013 na IEEE Standards Association, o 802.11ac possui uma taxa de transferência de várias estações de pelo menos 1 Gbit/s e taxa de transferência de link único de pelo menos 500 Mbit/s. Ele estende o canal até 160 MHz e adiciona mais fluxos espaciais MIMO (até oito) e MIMO multiusuário de downlink (até quatro clientes).

Além dos protocolos 802.11 mais recentes, um bom analisador de espectro de RF também deve poder verificar as configurações de segurança e entender os três protocolos de segurança WiFi mais usados, que são WEP, WPA e WPA2.

  • WEP: ratificado em 1997, o WEP (Wired Equivalent Privacy) é um algoritmo de segurança para redes sem fio IEEE 802.11. Em 2004, o WEP foi declarado descontinuado pelo IEEE devido à sua fraca segurança. Embora ainda existam muitas redes usando o WEP, a segurança que elas fornecem não é capaz de evitar uma tentativa de invasão.

  • WPA: O Wi-Fi Protected Access é um protocolo de segurança e um programa de certificação de segurança desenvolvido pela Wi-Fi Alliance como um substituto para o WEP. Disponível desde 2003, o WPA inclui uma verificação de integridade da mensagem, projetada para impedir que um invasor altere e reenvie pacotes de dados, substituindo a verificação de redundância cíclica (CRC) usada pelo padrão WEP.

  • WPA2: embora não seja perfeito, o WPA2 é o protocolo de segurança Wi-Fi e o programa de certificação de segurança mais usados atualmente. Ele possui um modo de criptografia baseado em AES, bem como, suporte para CCMP (Counter Mode Cipher Block Chaining Message Authentication Code Protocol). Em janeiro de 2018, a Wi-Fi Alliance anunciou o WPA3 como um substituto do WPA2, mas ainda levará algum tempo até que os dispositivos e roteadores WiFi implementem suporte ao novo padrão.


O NetSpot não apenas suporta toda a extensão de protocolos 802.11 e protocolos de segurança WiFi, mas também é capaz de gerar um levantamento visual abrangente do sinal WiFi, destacando claramente todas as áreas de fraqueza do sinal. Para análises rápidas, o NetSpot oferece o chamado modo Descoberta, que coleta instantaneamente todos os detalhes sobre as redes WiFi vizinhas e apresenta as informações coletadas como uma tabela interativa.

NetSpot — Modo Descoberta
NetSpot — Modo Descoberta

O NetSpot roda no macOS e no Windows e você pode experimentá-lo gratuitamente para descobrir como este popular analisador de espectro sem fio pode ajudá-lo a descobrir fontes ocultas de interferência que impedem que você aproveite ao máximo a sua conexão à Internet.

PORTANTO, NÓS RECOMENDAMOS
NetSpot
Um app analisador de WiFi que roda em MacBook (macOS 10.10+) ou em qualquer laptop (Windows 7/8/10) que tenha um adaptador de rede sem fio padrão 802.11a/b/g/n/ac.
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários
  • #1
  • App para análise WiFi

  • 500K
  • Usuários
  • 6
  • Anos
  • Plataforma Cruzada
  • Mac/Windows

Conclusione

Com o app certo, você pode entender facilmente o espectro da transmissão de redes Wi-Fi e eliminar facilmente as fontes de interferência. Atualmente, os analisadores de espectro WiFi extremamente capazes e fáceis de usar estão disponíveis tanto para Windows quanto para Mac, isso torna acessível a análise de redes WiFi até mesmo para usuários domésticos inexperientes.

Tem mais perguntas?
Envie uma solicitação ou escreva algumas palavras.

Next in Wi-Fi Analysis

Se você deseja obter mais informações sobre WiFi, confira os seguintes artigos sobre roteadores WiFi, melhores aplicativos para redes sem fio, sinal WiFi, etc.

Outros Artigos

Adquira o NetSpot de Graça
Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi roda em MacBook (macOS 10.10+) ou em qualquer laptop (Windows 7/8/10) que tenha um adaptador de rede sem fio padrão 802.11a/b/g/n/ac.