• #1 NetSpot
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários

Explicando os padrões WiFi

Desde a introdução da tecnologia WiFi, vários padrões nomeados de formas estranhas foram lançados. Por causa dessa nomenclatura, muitos usuários não entendem o que eles significam. Este e outros artigos publicados no blog do NetSpot estão aqui para ajudá-lo a entender as diferenças entre tais padrões.
escolha preferida
  • NetSpot
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários

O WiFi depende de uma ideia simples: em vez de enviar sinais através de um fio, envie através do ar. Sua evolução segue o mesmo caminho do telefone: as primeiras chamadas telefônicas foram transmitidas por fios, depois pelo ar. As redes seguiram o mesmo caminho — primeiro com cabos grossos, depois os menores e mais rápidos, e agora transmitidos pelo ar até aos satélites no espaço.

Padrões de WiFi em Poucas Palavras

WiFi é um termo de marketing criado pela empresa de consultoria Interbrand para promover uma família de protocolos de rede sem fio usados para redes locais e acesso à Internet. Ele não significa "Wireless Fidelity” (em português, Lealdade Sem Fio) como muitas vezes é erroneamente declarado.

Existem todos os tipos de acrônimos para os diferentes tipos de redes WiFi, mas todos significam basicamente certas coisas:

  • Até onde pode chegar o sinal sem fio
  • Quantos dados o sinal pode enviar?
  • É compatível com outros padrões?

Pense nisso como carros:

  • Um carro de corrida não pode ir longe com um tanque de gasolina ou carregar muito peso, mas pode ir muito rápido
  • Um caminhão de 18 rodas não pode ir muito rápido, mas pode carregar muitas coisas e percorrer um longo caminho
  • Uma perua não é muito rápida e não pode carregar tanto quanto um veículo de 18 rodas, mas ainda pode ir muito longe

Claro, os sinais WiFi não são carros, mas a analogia funciona muito bem. Basta pensar até onde pode ir uma rede e com que rapidez ela pode transmitir dados e os padrões farão mais sentido.

IEEE 802.11 e o Corpo de Padrões

Quem define os padrões para a WiFi? Isso fica a cargo do IEEE (Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos). Essas são as pessoas que ficam sentadas e decidem coisas como quantos bits há em um byte e os padrões de criptografia.

Eles não irão bater na porta de uma empresa e tomarão o dinheiro do almoço deles caso elas não cumpram com os padrões, mas as empresas participam e concordam com o fato de que os padrões do IEEE fazem com que suas coisas funcionem bem juntas.

Deste grupo, obtemos os vários sabores do WiFi. Eles são todos chamados de padrão IEEE 802.11 com a letra após o número 802.11. A regra usual é quanto maior a letra, mais rápida será a velocidade da rede. Quase todas funcionam em um alcance de cerca de 30 metros (150 pés).

Cada rede pode ser dividida em algumas configurações diferentes:

  • Velocidade: Quantos dados a rede pode transmitir. Isso é calculado em Mbps (1 milhão de bits por segundo).
  • Frequência: Em qual frequência de rádio a rede é transmitida. Estes são 5 Ghz ou 2,4 Ghz.

Aqui está um gráfico de padrões WiFi de cada tipo de padrão 802.11 com base em sua designação:

Nome Velocidade Frequência
802.11a 6 a 54 Mbps 5 GHz
Notas De forma bastante confusa, o padrão 802.11a não antecede o padrão 802.11b. Em vez disso, ele foi criado para dar suporte a comunicação sem fio na banda de 5 GHz. Não compatível com redes b ou g. Esse é um dos padrões mais antigos, mas ainda está sendo usado por muitos dispositivos atualmente.
802.11b 1 a 11 Mbps 2.4 GHz
Notas Adotado em 1999, o 802.11b tornou-se o primeiro padrão WiFi convencional, oferecendo uma taxa de transferência máxima de cerca de 6 Mbps. Compatível com redes g. Realmente, g foi feito para ser compatível com b para suportar mais dispositivos.
802.11d N/A N/A
Notas O padrão 802.11d é uma emenda aos padrões WiFi para operação em domínios regulatórios adicionais. D não é realmente um tipo de rede própria. Inclui informações adicionais, como informações sobre pontos de acesso e outras informações especificadas pelas regulamentações de diferentes países. Geralmente, é combinado com outras redes como 802.11ad.
802.11g 6 a 54 Mbps 2.4 GHz
Notas O padrão 802.11g oferece uma taxa de transferência máxima de 54 Mbps e compatibilidade total com versões anteriores do 802.11b. O tipo de rede mais popular. Sua combinação de velocidade e compatibilidade com versões anteriores faz com que seja uma boa combinação para as redes atuais.
802.11n 72 a 600 Mbps 2.4 e 5 GHz
Notas O padrão 802.11g oferece uma taxa de transferência máxima de 54 Mbps e compatibilidade total com versões anteriores do 802.11b. O tipo de rede mais popular. Sua combinação de velocidade e compatibilidade com versões anteriores faz com que seja uma boa combinação para as redes atuais.
802.11ac 433 a 6933 Mbps 5 GHz
Notes Esse padrão fornece taxa de transferência multi-estação de pelo menos 1,1 Gbps e taxa de transferência de link único de pelo menos 0,5 Gbps na banda de 5 GHz.
802.11ax 600 a 9608 Mbps 2.4, 5, and 6 GHz
Notes O mais recente padrão WiFi disponível publicamente é cerca de 300% mais eficiente do que o 802.11ac.
802.11mc N/A N/A
Notes O 802.11mcé o terceiro grupo de manutenção/revisão dos padrões IEEE 802.11 WLAN e incorpora recursos como o WiFi RTT.

A segunda regra é uma combinação de números e significa que o roteador suporta diferentes tipos de rede. Então, quando redes como 802.11 ac, 801.11 ad, 802.11 abg são listadas, isso significa que cada um desses tipos é suportado por esse roteador.

Padrões de WiFi Mais Recentes

Com o tempo, diferentes classificações de redes WiFi receberam diferentes convenções de nomenclatura. Em vez de “802.11b”, é apenas “WiFi 1.” Muito parecido com o modo como as empresas de telefonia móvel se referem a 3G e 5G como velocidades de rede diferentes, embora o termo seja quase sempre apenas uma ferramenta de marketing.

Essa classificação deve ajudar a tornar mais fácil para os consumidores entenderem — em vez de entender uma sopa inteira de letrinhas, os usuários podem simplesmente procurar por “WiFi 1” ou “WiFi 6”.

Padrão WiFi Redes
WiFi 1 802.11b
WiFi 2 802.11a
WiFi 3 802.11g
WiFi 4 802.11n
WiFi 5 802.11ac
WiFi 6 802.11ax

O que é o WiFi 6?

Como você pode ver, o padrão WiFi mais recente é o WiFi 6 (ou 802.11 ax). O padrão suporta as já difundidas bandas de 2,4 e 5 GHz e também usa a banda de 6 GHz para aumentar a taxa de transferência por área em cenários de alta densidade.

Ganhos adicionais de desempenho são disponibilizado graças a recursos como o OFDMA (orthogonal frequency-division multiple access), ordem de modulação alta e MU-MIMO (Multi-User Multiple-Input Multiple-Output), cada um dos quais merece seu próprio artigo detalhado.

WiFi-6

A taxa de link máxima do WiFi 6 está entre 600 e 9.608 Mbps, dependendo de quantos canais são utilizados. Considerando que a velocidade média da internet nos EUA é de apenas 42 Mbps é seguro dizer que o WiFi 6 é muito rápido para a maioria das pessoas.

Sendo o padrão WiFi mais recente, o WiFi 6 também suporta o protocolo de segurança WPA3. Esse protocolo substitui a troca de Chave Pré-compartilhada (PSK) pela troca de Autenticação Simultânea de Iguais (SAE) para resolver problemas de segurança gerados por senhas fracas.

Isso significa que será mais fácil conectar os dispositivos a uma rede WiFi pública, mantendo as informações privadas em sigilo. À medida que mais pessoas se conectam em cafeterias, bibliotecas, igrejas e escolas, é essencial manter conexões bancárias e outras comunicações seguras.

Há mais vazamentos de informações e dados sendo vendidos online, portanto, essas técnicas aprimoradas de criptografia tornarão mais seguro estar em sistemas WiFi públicos.

O WiFi 6 foi adotado em 2019, e já existem muitos roteadores no mercado que suportam o padrão. O melhor de tudo é que esses mesmos roteadores são compatíveis com outros padrões WiFi atuais, por isso funcionam mesmo com dispositivos que não tiram vantagem do WiFi 6.

Wi-Fi 6 vs WiFi 6E

Muitos roteadores recém-lançados são comercializados como compatíveis com WiFi 6E, mas o que isso significa? Bem, o WiFi 6E é uma extensão do padrão WiFi 6 que adiciona suporte para a banda de 6 GHz.

A banda de 6 GHz varia entre 5,925 GHz e 7,125 GHz, por isso tem uma faixa de frequência muito ampla de 1.200 MHz, muito mais do que as bandas de 2,4 e 5 GHz.

Como a banda de 6 GHz é muito ampla, ela pode oferecer muita largura de banda para suportar nossas necessidades atuais e futuras de conectividade. Sua largura e sua atualidade tornam a banda de 6 GHz bastante resistente à interferência de sinal causada por outros dispositivos WiFi, por isso é ótima para uso em ambientes urbanos densamente povoados.

Contudo, tenha em mente que não basta apenas possuir um roteador compatível com WiFi 6E para usar a banda de 6 GHz — seus dispositivos (smartphones, laptops e assim por diante) também precisam ser compatíveis com 6E.

Os dispositivos que não são compatíveis com 6E funcionam sem problemas com roteadores WiFi 6E, mas não podem tirar proveito de todos os recursos e bandas suportados por eles.

O que vem pela frente? O Wi-Fi 7!

Mesmo que a adoção para WiFi 6 e WiFi 6E ainda seja bastante limitada, até mesmo entre dispositivos recém-lançados, o IEEE já está trabalhando no próximo padrão WiFi, chamado, sem surpresa, WiFi-7 (ou 802.11be).

WiFi-7

Embora nenhuma data de lançamento do WiFi 7 tenha sido anunciada, uma versão final do padrão é esperada para o início de 2024. Quando finalmente estiver disponível, ele mudará completamente nossas expectativas de desempenho de redes sem fio, fornecendo velocidades iguais ao Thunderbolt 3 (até 40 Gbps).

A enorme melhoria de desempenho em comparação com o WiFi 6 e o WiFi 6E pode ser atribuída a novas tecnologias WiFi, como largura de banda de 320 MHz, utilização mais eficiente do espectro não contíguo, coordenação de pontos de acesso múltiplo, adaptação aprimorada de links e protocolo de retransmissão, rede TSN (Time-Sensitive Networking) e outros.

Assim como todos os outros padrões WiFi anteriores, o WiFi 7 manterá a compatibilidade com padrões mais antigos, portanto, um roteador WiFi 7 funcionará muito bem com dispositivos que suportam apenas WiFi 6 e padrões mais antigos.

Novos Padrões WiFi: Preparando-se para um Futuro WiFi

Com os novos padrões chegando, qual é a melhor maneira de se preparar? As coisas não vão ficar paradas e esperar. Dispositivos mais antigos já possuem muita dificuldade em se conectar a um mundo WiFi moderno, como tablets mais antigos e sistemas de jogos portáteis.

Para manter a compatibilidade, certifique-se de que ao comprar um roteador, ele ofereça suporte a dispositivos herdados e que possa ser atualizado no futuro. Se já houver uma rede, é uma boa ideia entender como a rede funciona.

Netspot — analisador de rede
Netspot — analisador de rede

Usar um analisador de rede como o NetSpot pode mostrar como os roteadores funcionam atualmente. O NetSpot pode descobrir onde o sinal é mais fraco, localizar pontos mortos e quanto de "ruído" existe na rede em comparação com "sinal".

PORTANTO, NÓS RECOMENDAMOS
NetSpot
Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi roda em MacBook (macOS 10.12+) ou em qualquer laptop (Windows 7/8/10/11) que tenha um adaptador de rede sem fio padrão 802.11a/b/g/n/ac/ax.
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários
  • #1
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi

  • 500K
  • Usuários
  • 10
  • Anos
  • Plataforma Cruzada
  • Mac/Windows

Com essas informações, você poderá definir o melhor local para colocar os roteadores (e repetidores em uma rede mesh) para obter o máximo efeito. Desta forma, quando os novos roteadores 801.11ax forem colocados em funcionamento, não haverá dúvidas de que eles estarão no melhor lugar possível. E o NetSpot ajudará a encontrar redes adicionais que possam interferir nas novas.

Padrões WiFi — FAQs

Qual é o melhor padrão WiFi?

O melhor padrão WiFi atualmente disponível é o WiFi 6 (IEEE 802.11ax). Este padrão, às vezes, é comercializado como WiFi 6E - que significa que ele tem suporte para a banda de frequência de 6 GHz.

O que são os padrões IEEE para WiFi?

Os padrões IEEE para WiFi são conjuntos de padrões técnicos de rede local (LAN) para a implementação de comunicação de computador de rede local sem fio (WLAN).

O WiFi 6 é o novo padrão?

Sim, o WiFi 6 (IEEE 802.11ax) é o mais novo padrão e o sucessor do WiFi 5 (802.11ac). A norma foi adotada em 2019.

Quais dispositivos suportam WiFi RTT?

A WiFi RTT, é uma tecnologia que torna possível medir uma distância de um dispositivo com WiFi ativo em relação a todos os dispositivos compatíveis com o padrão IEEE 802.11mc.

Qual é o padrão Wifi mais recente?

O mais novo padrão WiFi atualmente implementado por roteadores e dispositivos é o WiFi 6 (IEEE 802.11ax).

Qual padrão WiFi é mais rápido?

O padrão WiFi mais rápido disponível atualmente é o WiFi 6 (IEEE 802.11ax). Ele oferece velocidades de até 9.608 Mbps.

Tem mais perguntas?
Envie uma solicitação ou escreva algumas palavras.

Leia o próximo em Tudo sobre Wi-Fi

Se você quer ir mais fundo no mundo WiFi, confira os seguintes artigos sobre segurança WiFi, melhores aplicativos para redes sem fio, WiFi de bordo, etc.
Adquira o NetSpot de Graça
Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi roda em MacBook (macOS 10.12+) ou em qualquer laptop (Windows 7/8/10/11) que tenha um adaptador de rede sem fio padrão 802.11a/b/g/n/ac/ax.
NetSpot
Free WiFi Analyzer
Free NetSpot for iOS
Heat Maps & Speed Test