• #1 NetSpot
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários

Guia de design de WiFi: 5 dicas para um sinal mais forte e uma melhor cobertura

Embora exista um toque de arte no design de WiFi, também existem ferramentas modernas de design de WiFi, como o NetSpot, que tornam mais fácil do que nunca projetar uma rede WiFi confiável.
escolha preferida
  • NetSpot
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários
Quando combinadas com as dicas listadas neste guia, qualquer pessoa poderá implementar com êxito uma rede WiFi robusta de maneira simples e econômica.

Design WiFi baseado em Cobertura Versus Capacidade

Existem duas abordagens fundamentalmente diferentes para o design de WiFi: o design de WiFi baseado em cobertura e design baseado em capacidade.

Design WiFi baseado em Cobertura

Esse tipo de design de WiFi se concentra em cobrir uma determinada área com um forte sinal de WiFi. Na maioria dos cenários baseados em cobertura, o número de dispositivos WiFi é relativamente pequeno em proporção ao tamanho da área coberta. Exemplos incluem fábricas, armazéns, hospitais e alguns escritórios.

Devido ao número relativamente pequeno de dispositivos WiFi conectados, presume-se que a capacidade de cada ponto de acesso seja sempre suficiente, portanto, o número de pontos de acesso é determinado pela intensidade do sinal.

Design WiFi baseado em Capacidade

FORNECE SERVIÇO SEM FIO DE BOA QUALIDADE A UM GRANDE NÚMERO DE DISPOSITIVOS WIFI

Esse tipo de design de WiFi se concentra em fornecer um serviço sem fio de boa qualidade a um grande número de dispositivos WiFi concentrados em uma área relativamente pequena. Exemplos incluem estádios, escritórios movimentados, bibliotecas, salas de aula e campus.

Além da cobertura do sinal, vários outros fatores devem ser considerados para fornecer serviços sem fio de boa qualidade a todos os dispositivos WiFi, incluindo o número de dispositivos conectados por ponto de acesso, tipos de aplicativos e taxa de transferência necessária.

Design de Rede WiFi Externa Versus Design de Rede WiFi Interna

Mais e mais dados são transportados por redes WiFi e os usuários atualmente desejam acesso WiFi contínuo, mesmo em locais externos, perto de prédios de escritórios, escolas, parques e outros locais públicos.

No passado, o design de WiFi baseado em cobertura era a abordagem padrão para os ambientes externos, porque o equipamento WiFi era muito mais caro do que é hoje e porque o número de dispositivos WiFi em uso era muito menor.

Um ponto de acesso era instalado em um telhado ou poste adequado para cobrir a maior área possível. A mesma abordagem não funciona mais hoje em dia porque um único ponto de acesso projetado para fornecer a maior cobertura possível é incapaz de atender aos requisitos atuais de capacidade.

Guia de Design de WiFi

Dessa forma, a maioria dos projetos de rede WiFi externa agora maximiza a sua capacidade implementando um número maior de pontos de acesso menores de 2,4 GHz e 5 GHz com antenas de entrada múltipla e saída múltipla (MIMO). Esses pontos de acesso são mais fáceis de esconder e instalar, graças aos gabinetes de baixo perfil, o que significa que eles podem atender até os mais rigorosos requisitos estéticos.

5 Dicas para um Sinal Mais Forte e uma Melhor Cobertura

Agora que explicamos as abordagens básicas do design de WiFi, é hora de examinar mais de perto a nossa seleção das 5 principais dicas para obter um sinal mais forte e uma melhor cobertura.

1. Realizar um levantamento da área

Todo design de WiFi deve ser amparado por um levantamento abrangente do local. O objetivo do levantamento de área para a rede WiFi é determinar o número, posicionamento e configuração dos pontos de acesso. Você pode realizar facilmente um levantamento de área WiFi usando uma ferramenta de software de levantamento de área como o NetSpot.

O NetSpot analisará instantaneamente os dados coletados e exibirá visualizações interativas do mapa de calor

Tudo o que você precisa fazer é enviar um mapa ou planta-baixa da área a ser pesquisada ou criar um novo ado zero usando o recurso criador de mapas que acompanha o NetSpot. Depois é só seguir as instruções do NetSpot até coletar dados suficientes. O NetSpot analisará instantaneamente os dados coletados e exibirá visualizações interativas do mapa de calor, fornecendo todas as informações necessárias para criar um ótimo design de WiFi.

Visualizações do mapa de calor

Você pode exportar os dados coletados em PDF ou CSV para fins de arquivamento ou para compartilhá-los com as partes interessadas.

2. Minimize os Seus SSIDs

Um design WiFi eficaz tenta minimizar ao máximo possível o roaming sem fio, mantendo o número de SSIDs no mínimo. Idealmente, você deseja ter apenas um SSID principal para usuários regulares e um SSID de convidado para usuários temporários. Dessa forma, os usuários regulares podem permanecer conectados, independentemente da localização, à mesma rede WiFi e os convidados não precisam saber a senha da rede principal.

Mesh WiFi

Esse design de WiFi pode ser facilmente alcançado com uma rede wireless mesh (WMN), uma rede de comunicações composta de nós de rádio organizados em uma topologia de malha (mesh). Uma enorme vantagem das redes WiFi mesh é a facilidade de adicionar nós extras e estender a sua cobertura e capacidade.

3. Use Equipamento de Banda Dupla

Os modernos dispositivos WiFi não se limitam apenas à banda de 2,4 GHz. O suporte à banda de 5 GHz tornou-se muito comum nos últimos anos e há vários benefícios em usar as duas bandas ao mesmo tempo.

Por exemplo, os roteadores de banda dupla podem fornecer até 100x mais a largura de banda sem fio dos roteadores de banda única. Eles também diminuem a probabilidade de congestionamento, porque há muito mais canais disponíveis na banda de 5 GHz do que na banda de 2,4 GHz.

Ondas de canais WiFi

Os roteadores de banda dupla podem transmitir simultaneamente em ambas as frequências para combinar as vantagens das bandas de 2,4 GHz e 5 GHz, oferecendo o melhor dos dois mundos, por isso não há razão para não tirar proveito deles.

4. Implementar Balanceamento de Carga

O balanceamento de carga é uma técnica essencial para garantir que a carga de dados seja igualmente distribuída entre os vários pontos de acesso para que cada um deles possa ser utilizado da maneira mais eficaz e eficiente possível. Por exemplo, um ponto de acesso pode ser configurado para atender no máximo 25 clientes com boa recepção.

Para que o balanceamento de carga funcione conforme o planejado, dois ou mais pontos de acesso devem se sobrepor parcialmente para que os clientes sempre possam alternar para um ponto de acesso diferente — o menos ocupado. O grau de sobreposição do ponto de acesso pode ser controlado configurando a energia do PA para cima ou para baixo.

5. Faça da Segurança a sua Prioridade

A segurança deve ser uma prioridade em qualquer projeto de WiFi. Uma rede WiFi mal protegida se torna instantaneamente um alvo para os cibercriminosos, que não hesitam em explorar as vulnerabilidades dela para obter ganhos.

O elemento mais fundamental da segurança do WiFi é a criptografia. Hoje, é fundamental usar a criptografia WPA2-AES (pessoal ou empresarial), porque até mesmo o WPA comum já não é mais seguro. Além da criptografia, é altamente recomendável implementar controles de acesso baseado em funções, criação de perfil, firewall, inspeção de tráfego e proteção avançada contra ameaças.

PORTANTO, NÓS RECOMENDAMOS
NetSpot
Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi roda em MacBook (macOS 10.10+) ou em qualquer laptop (Windows 7/8/10) que tenha um adaptador de rede sem fio padrão 802.11a/b/g/n/ac.
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários
  • #1
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi

  • 500K
  • Usuários
  • 6
  • Anos
  • Plataforma Cruzada
  • Mac/Windows


Conclusione

A conectividade WiFi tornou-se essencial tanto em ambientes internos, como escritórios, escolas e prédios governamentais, quanto externos, como parques e ruas da cidade. Projetar uma rede WiFi não se trata mais de uma simples questão de garantir a cobertura suficiente para o local, porque o número de usuários na área coberta por um único ponto de acesso tende a ser muito maior do que há alguns anos atrás.



Mas, apesar da crescente complexidade das redes WiFi, nossas dicas e ferramentas modernas de design de WiFi, como o NetSpot, podem ajudar a garantir a implantação bem-sucedida da rede WiFi, independentemente de quantos dispositivos você precisar conectar.

Tem mais perguntas?
Envie uma solicitação ou escreva algumas palavras.

Leia o próximo em Tudo sobre Wi-Fi

Se você quer ir mais fundo no mundo WiFi, confira os seguintes artigos sobre segurança WiFi, melhores aplicativos para redes sem fio, WiFi de bordo, etc.
Adquira o NetSpot de Graça
Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi roda em MacBook (macOS 10.10+) ou em qualquer laptop (Windows 7/8/10) que tenha um adaptador de rede sem fio padrão 802.11a/b/g/n/ac.