• #1 NetSpot
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários

Por que um roteador tem duas bandas WiFi e como elas funcionam

Se você observar o seu roteador WiFi, provavelmente verá que ele possui duas bandas de comunicação: 5 GHz e 2.4 GHz. Por que existem dois sinais diferentes para o seu roteador WiFi em vez de apenas um? Vamos detalhar o que são os dois sinais e por que mais deles virão no futuro.
escolha preferida
  • NetSpot
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários

Acontece que a tecnologia é muito parecida com a evolução. As coisas mudam não para se encaixar em alguma ideia de perfeição, mas para se adequar às necessidades e exigências da época.

Pule para...


Por que Tantos Canais WiFi?

Dê uma olhada no seu roteador WiFi, não importo se ele veio da sua empresa de cabo ou provedor de serviços de Internet ou se você comprou para sua empresa. Se você verificar as configurações, notará que a maioria dos roteadores WiFi lista duas frequências: 2,4 GHz e 5 GHz. Por que perder tempo com duas frequências diferentes?

Primeiro, vamos explicar a frequência. A luz tem uma velocidade constante. Faz cerca de cem anos desde que Einstein apareceu e descobriu que, não importa o que estivesse acontecendo, a luz sempre está na mesma velocidade de cerca de 320 mil quilômetros por segundo. Nada mal né? Mas a luz não é como um monte de pequenas balas zunindo pelo ar até atingirem seus olhos — é mais como ondas viajando pelo vácuo.

A luz tem uma velocidade (186.282 milhas por segundo) e uma frequência, da maneira que se move para cima e para baixo. Acontece que enquanto a velocidade não é alterada, a frequência pode dizer quanta energia há na onda de luz.

Portanto, essas frequências, a maneira como a luz se move para cima e para baixo, realmente importa quando se trata de sinais. Ondas de rádio e micro-ondas são realmente leves. A mesma coisa que você vê quando o sol entra pela janela às 5 da manhã, bate nos seus olhos e faz você se arrepender de ter nascido. Mas, diferentemente da luz do sol, você não pode ver as ondas de rádio a olho nu.

O que leva à grande questão: qual frequência usar? Surgiram duas ideias concorrentes: 2,4 GHz ou 5 GHz.

WiFi de 2.4GHz vs 5GHz

O uso de frequência na maioria dos países é regulamentado — isso evita que alguém configure um transmissor que bloqueie o funcionamento de sinais de rádio e telefones. É por isso que o filme de Christian Slater Pump Up the Volume mostra os perigos das estações de rádio piratas.

Quando os engenheiros analisaram o espectro disponível, dois candidatos chegaram à frente — 5 GHz e 2,4 GHz. Como explicado anteriormente, a luz faz coisas estranhas, mas uma coisa conhecida é que quanto maior a frequência, mais ondas existem mesmo espaço. Isso significa que mais dados podem ser transmitidos.

Se você pudesse vê-las, as ondas se pareceriam com isto. 5 GHz tem ondas mais curtas (mais ondas, no mesmo espaço) que 2,4 GHz:

Ondas de canais WiFi
Ondas de canais WiFi

Coisas diferentes acontecem por causa das frequências. Em 5 GHz, mais dados podem ser transportados, porque há mais altos e baixos (que o computador representa como 1 e 0). Mas o problema é que é mais difícil que uma frequência mais alta vá tão longe. É mais difícil de passar através de objetos sólidos, como paredes, e a energia se dissipa mais rapidamente em sinais de alta frequência em relação a sinais de baixa frequência.

Já com a frequência de 2,4 GHz, não é possível transmitir tanta informação, mas ela pode ir mais longe antes que o sinal se degrade.

Frequência Velocidade de dados Distância
5 GHz Alta velocidade Baixa Distância
2.4 GHz Baixa velocidade Alta Distância

Voltemos para quando o WiFi foi inventado, os engenheiros tiveram que decidir o que fazer. Eles queriam muitos dados ou muito alcance?

Dois padrões
Dois padrões

Acontece que a resposta foi "sim". Dois padrões foram criados — a e b. O padrão A usaria a frequência de 5 GHz e B usaria 2,4 GHz. Problema resolvido! Todo mundo feliz!

Alguns roteadores foram criados para suportar apenas um desses dois padrões, mas com o tempo os fabricantes desenvolveram roteadores que podiam suportar ambos os padrões de redes. Isso ocorre mais tarde quando os novos padrões WiFi foram criados para serem compatíveis com A ou B (por exemplo, redes 802.11g são compatíveis com o 802.11b, que usa 2,4 GHz).

A banda de Frequência WiFi

Não suficiente com ambas frequências, também foram criadas várias bandas WiFi, também conhecidas como canais WiFi. Um canal é um intervalo de segmento da frequência. Dessa forma, pode haver vários dispositivos na mesma frequência, mas em canais diferentes.

É como pistas em uma rodovia — é uma só rodovia, mas os carros mantêm-se na sua própria pista, e ficar trocando de pista é desencorajado. Com o WiFi é o mesmo. Na frequência de 2,4 GHz, existem 14 canais diferentes, listados de 1 a 14. O canal 1 usa as frequências de 2,401 GHz a 2,423 GHz e o canal 14 varia de 2,473 GHz a 2,495 GHz. Os canais de 5 GHz se dividem da mesma maneira, contudo alguns sinais são designados como "interno" e "externo".

O que isso significa é que se houverem muitos dispositivos em um canal, você poderá configurar o seu roteador e dispositivos para usar outro. Talvez o seu vizinho esteja usando 2,4 GHz e tenha todos os dispositivos no Canal 7. Para manter a sua rede funcionando bem, pode ser uma boa ideia colocar seus dispositivos e a rede WiFi no Canal 11. Caso contrário, haverá muita conversa cruzada aglomerando o sinal.

Como saber se os canais são um problema? A melhor maneira é através de uma ferramenta de análise de rede como o NetSpot. O NetSpot tem a capacidade de listar quais canais estão sendo utilizados por diferentes redes detectáveis por seus dispositivos.

NetSpot — ferramenta de análise de rede
NetSpot — ferramenta de análise de rede

Ele também tem outras ferramentas que podem ser usadas para verificar qual é a intensidade do sinal em diferentes locais e para encontrar redes não autorizadas ou determinar os melhores lugares para colocar roteadores e repetidores na sua rede.

Com ele você poderá saber mais sobre os sinais e canais WiFi que estão sendo utilizados não apenas pela sua rede, mas também pelas redes ao seu redor. Usar o NetSpot ajudará a reduzir problemas e aumentar o alcance e a velocidade da comunicação.

Frequência da WiFi: O Futuro

Ficaremos presos nessa situação de “uma frequência ou outra” para sempre? Isso pode ser uma coisa boa a longo prazo. Novos padrões, como o WiFi 6 ou 802.11 ax, usarão ambas as frequências ao mesmo tempo, dobrando a quantidade de dados que podem ser transmitidos pela rede. Também estão planejadas novas frequências na faixa de 1 GHz e 7 GHz, o que aumentará a quantidade de dados transmitidos ao longo do tempo.

As duas frequências originais foram escolhidas como um compromisso entre o alcance físico da rede e a velocidade de transmissão de dados. À medida que novas tecnologias são desenvolvidas para aumentar a sensibilidade das antenas e permitir que elas detectem múltiplas frequências usando tecnologias fractais, o crescimento de redes WiFi aumentará.

PORTANTO, NÓS RECOMENDAMOS
NetSpot
Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi roda em MacBook (macOS 10.10+) ou em qualquer laptop (Windows 7/8/10) que tenha um adaptador de rede sem fio padrão 802.11a/b/g/n/ac.
  • 4.8
  • 969 Avaliações de usuários
  • #1
  • Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi

  • 500K
  • Usuários
  • 6
  • Anos
  • Plataforma Cruzada
  • Mac/Windows
Não fique preso a redes lentas e de baixo desempenho. Como mencionamos anteriormente, verifique se você sabe o que está acontecendo com sua rede WiFi com uma ferramenta de análise de rede como o NetSpot. Não é normal se perguntar o que está acontecendo na sua rede, por que o seu WiFi é lento ou por que a conexão está caindo. E em vez de comprar um novo roteador e esperar que o melhor aconteça, tente entender a situação.

Quais frequências e canais a sua rede está usando e o que as redes ao seu redor estão fazendo. Um sábio programa de desenho animado ensinou uma vez que “Conhecimento é metade da batalha” e usar uma ferramenta como o NetSpot pode ajudá-lo a obter esse conhecimento.
Tem mais perguntas?
Envie uma solicitação ou escreva algumas palavras.

Leia o próximo em Tudo sobre Wi-Fi

Se você quer ir mais fundo no mundo WiFi, confira os seguintes artigos sobre segurança WiFi, melhores aplicativos para redes sem fio, WiFi de bordo, etc.

Outros Artigos

Adquira o NetSpot de Graça
Levantamento de Locais, Análise e Solução de Problemas WiFi roda em MacBook (macOS 10.10+) ou em qualquer laptop (Windows 7/8/10) que tenha um adaptador de rede sem fio padrão 802.11a/b/g/n/ac.